Úlcera Venosa dos membros inferiores

Úlcera venosa dos membros inferiores

Uma das causas mais frequentes na formação da úlcera (ferida) nas pernas, ocorre devido a um problema de circulação chamado de insuficiência venosa crônica.
A insuficiência venosa crônica origina-se devido ao aumento da pressão nas veias da perna, este problema na circulação venosa pode estar relacionado com as veias do sistema venoso superficial ou nas veias do sistema venoso profundo.

Circulação venosa profunda: são as veias localizadas na parte mais profunda das pernas e coxas, abaixo da fascia muscular, são veias de maior diâmetro (veia poplítea, veia femoral e veias ilíacas) e por onde passam 85% da circulação venosa das pernas, portanto a circulação mais importante. Quando ocorre um problema nestas veias profundas, como por exemplo uma trombose, a qual, é a formação de coagulo que dificulta a passagem do sangue, levando ao acumulo de sangue nas pernas, e desta maneira um aumento da pressão das veias. Este aumento da pressão nas veias profundas, se não corretamente tratadas, podem originar problemas de circulação e levar a formação de úlceras.

Circulação venosa superficial: compreende as veias que estão acima da fascia muscular (veia safena magna e parvas e as veias perfurantes), podendo ser visíveis e conhecidas como varizes. Varizes por definição, são veias dilatadas, alongadas e tortuosas localizadas superficialmente.

As varizes causam alterações na circulação das pernas, as quais podem levar com o passar do tempo, se não tratadas, ao inchaço (edema), passando para alterações na coloração da perna com manchas escuras (dermatite ocre) e evoluindo para então a formação da úlcera (úlcera venosa).

Algumas características das úlceras venosas, estão localizadas na face interna (medial) da perna, pouco dolorosas, podendo haver saída de secreção em maior ou menor quantidade, associadas as varizes ou inchaço (edema) das pernas, podendo ser iniciada por coceira e formação de um ponto doloroso.
Portanto, primeiramente para a prevenção na formação de ulceras venosas é necessário o correto reconhecimento de um problema na circulação e o seu correto tratamento seja na presença da trombose, das varizes ou de outros distúrbios que podem levar ao comprometimento da circulação. Mas se já há, a presença da úlcera venosa nas pernas, então deve-se avaliar adequadamente onde esta o problema, sistema venoso superficial ou profundo, sendo o cirurgião vascular o médico mais adequado para esta avaliação e o seu tratamento. O tratamento poderá ser realizado atraves de medidas clínicas (perda de peso, atividade física para fortalecimento muscular, uso de medicação venotônica e meias elásticas) ou até mesmo a realização de procedimentos menos invasivos como aplicação de espuma ecoassitida, endolaser da veia safena os quais podem ser realizados com anetesia local ou até mesmo sem a necessidade de anestesia ou a realização de cirurgia convencional e/ou procedimentos combinados.